Amazon     Dell      Samsung    Apple    Logitech   Amazon Fire TV Lenovo

Dicas vida saudávelTempo quente

POR QUE ESTÁ TÃO QUENTE, O QUE FAZER

79 / 100

As altas temperaturas no Brasil em 2023 são causadas por uma combinação de fatores, incluindo:

  • Alterações climáticas: O aquecimento global está causando um aumento nas temperaturas médias globais, incluindo no Brasil. Isso significa que eventos extremos de calor, como ondas de calor, estão se tornando mais frequentes e intensos.
  • Massa de ar quente: Uma grande massa de ar quente e seco está estacionada sobre o Brasil, impedindo a passagem de frentes frias e provocando o aumento das temperaturas.
  • Subsidência atmosférica: A pressão atmosférica entre a superfície e níveis médios da atmosfera está aumentando, o que também contribui para o aumento das temperaturas.

O que fazer para se proteger do calor:

  • Beba bastante água: É importante se manter hidratado para evitar a desidratação, que pode causar sintomas como tontura, fraqueza e confusão.
  • Evite atividades ao ar livre durante o dia: Se precisar sair, use roupas leves e protetor solar.
  • Fique em ambientes frescos: Se estiver em casa, ligue o ar-condicionado ou ventilador.
  • Procure sombra: Se estiver ao ar livre, procure sombra para se refrescar.
  • Faça refeições leves: Alimentos pesados podem dificultar a digestão e aumentar a sensação de calor.
  • Adote hábitos saudáveis: Uma alimentação equilibrada, prática regular de exercícios físicos e sono de qualidade ajudam a fortalecer o organismo e combater os efeitos do calor.

É importante lembrar que as altas temperaturas podem ser perigosas, especialmente para crianças, idosos e pessoas com doenças crônicas. Se você sentir sintomas como tontura, fraqueza ou dificuldade para respirar, procure um médico.

No caso específico do dia 23 de setembro de 2023, as temperaturas devem permanecer elevadas em todo o Brasil. A previsão é que as máximas cheguem a 40°C em algumas regiões, como o Centro-Oeste e o Norte.


10 DICAS PARA MELHORAR O CALOR
10 DICAS PARA MELHORAR O CALOR

10 DICAS PARA MELHORAR O CALOR

Aqui estão 10 dicas para melhorar o calor:
  1. Beba bastante água. É importante se manter hidratado para evitar a desidratação, que pode causar sintomas como tontura, fraqueza e confusão. A recomendação é beber de 2 a 3 litros de água por dia, mas esse valor pode variar de acordo com a idade, o nível de atividade física e as condições climáticas.
  2. Evite atividades ao ar livre durante o dia. Se precisar sair, use roupas leves e protetor solar. As horas mais quentes do dia são entre 10h e 17h, quando o sol está mais forte.
  3. Fique em ambientes frescos. Se estiver em casa, ligue o ar-condicionado ou ventilador. Se não tiver esses aparelhos, abra as janelas e portas para ventilar o ambiente.
  4. Procure sombra. Se estiver ao ar livre, procure sombra para se refrescar.
  5. Faça refeições leves. Alimentos pesados podem dificultar a digestão e aumentar a sensação de calor.
  6. Adote hábitos saudáveis. Uma alimentação equilibrada, prática regular de exercícios físicos e sono de qualidade ajudam a fortalecer o organismo e combater os efeitos do calor.
  7. Tome um banho frio. Um banho frio é uma ótima maneira de se refrescar.
  8. Use roupas leves e de cores claras. Roupas leves e de cores claras ajudam o corpo a dissipar o calor.
  9. Use um chapéu ou boné para proteger a cabeça do sol.
  10. Use óculos de sol para proteger os olhos do sol.

Além dessas dicas, é importante estar atento aos sinais de desidratação, como tontura, fraqueza, sede excessiva e urina escura. Se você sentir algum desses sintomas, procure um médico.


Aqui estão algumas dicas adicionais para melhorar o calor em casa:

  • Troque as lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes ou de LED. As lâmpadas incandescentes produzem mais calor do que as outras opções.
  • Pinte as paredes de cores claras. As cores claras refletem a luz solar, o que ajuda a manter o ambiente mais fresco.
  • Instale plantas na casa. As plantas ajudam a refrescar o ambiente, pois liberam oxigênio e absorvem dióxido de carbono.
  • Crie um sistema de ventilação natural. Você pode fazer isso abrindo janelas e portas em lados opostos da casa para criar uma corrente de ar.

Ao seguir essas dicas, você pode melhorar o calor e se sentir mais confortável durante os dias quentes.

COMO CUIDAR DOS ANIMAIS COM ESTAS TEMPERATURAS NAS ALTURAS

COMO CUIDAR DOS ANIMAIS COM ESTAS TEMPERATURAS NAS ALTURAS

As altas temperaturas são muito perigosas para os animais, pois podem causar desidratação, insolação e até mesmo a morte. É importante tomar medidas para proteger os animais de estimação e animais silvestres durante os dias quentes.

Aqui estão algumas dicas para cuidar dos animais com altas temperaturas nas alturas:

  • Ofereça água fresca e limpa sempre. Os animais de estimação e os animais silvestres precisam beber muita água para se manterem hidratados. É importante trocar a água regularmente para garantir que esteja fresca.
  • Mantenha os animais em ambientes frescos. Se você tiver um quintal, providencie sombra e água para os animais. Se você tiver um animal de estimação que fica preso em um canil, certifique-se de que o canil esteja em um local fresco e sombreado.
  • Evite levar os animais para passeios durante o dia. Se precisar levar o animal para passear, faça isso nas primeiras horas da manhã ou nas últimas horas da tarde, quando o sol está mais fraco.
  • Cuidado com os animais que vivem em locais fechados. Os animais que vivem em locais fechados, como gaiolas ou aquários, podem ficar mais facilmente desidratados. Certifique-se de oferecer água fresca e limpa com frequência e de manter o local fresco.
  • Esteja atento aos sinais de desidratação e insolação. Os sinais de desidratação incluem sede excessiva, urina escura, boca seca e letargia. Os sinais de insolação incluem respiração ofegante, gengivas vermelhas e sede excessiva. Se você notar algum desses sinais, procure um veterinário imediatamente.

Aqui estão algumas dicas adicionais para cuidar dos animais silvestres em áreas de alta altitude:

  • Evite perturbá-los. Os animais silvestres podem ficar estressados ​​com o barulho e a movimentação humana. Se você vir um animal silvestre, fique longe e observe-o de longe.
  • Não alimente os animais silvestres. Alimentar os animais silvestres pode alterar seu comportamento natural e causar problemas de saúde.
  • Reporte animais feridos ou doentes. Se você vir um animal silvestre ferido ou doente, informe as autoridades competentes.

Ao seguir essas dicas, você pode ajudar a proteger os animais de estimação e os animais silvestres das altas temperaturas nas alturas.


TEMPERATURAS ALTA: RISCOS DOBRADOS COM IDOSOS E CRIANÇAS

TEMPERATURAS ALTA: RISCOS DOBRADOS COM IDOSOS E CRIANÇAS

Os idosos e as crianças são mais vulneráveis ​​aos efeitos do calor do que os adultos saudáveis. Isso ocorre porque eles têm mecanismos de regulação térmica menos eficazes e podem ser mais propensos a desidratação e insolação.

Os idosos têm maior probabilidade de ter doenças crônicas, como doenças cardíacas, pulmonares e renais, que podem ser agravadas pelo calor. Eles também podem ter menos mobilidade, o que dificulta a fuga de ambientes quentes.

As crianças têm maior superfície corporal em relação ao peso corporal, o que significa que perdem calor mais rapidamente. Elas também têm menos capacidade de suar, que é a principal forma de o corpo se resfriar.

Os riscos do calor para idosos e crianças incluem:

  • Desidratação: A desidratação ocorre quando o corpo perde mais água do que ingere. Os sintomas da desidratação incluem sede excessiva, urina escura, boca seca e letargia.
  • Insolação: A insolação ocorre quando o corpo fica superaquecido. Os sintomas da insolação incluem respiração ofegante, gengivas vermelhas e sede excessiva.
  • Choque térmico: O choque térmico é uma forma grave de insolação que pode levar à morte.

Para proteger idosos e crianças do calor, é importante tomar as seguintes medidas:

  • Beba bastante água. É importante que idosos e crianças bebam pelo menos 2 litros de água por dia, mesmo que não sintam sede.
  • Evite atividades ao ar livre durante o dia. Se precisar sair, faça isso nas primeiras horas da manhã ou nas últimas horas da tarde, quando o sol está mais fraco.
  • Mantenha os idosos e as crianças em ambientes frescos. Se estiver em casa, ligue o ar-condicionado ou ventilador. Se não tiver esses aparelhos, abra as janelas e portas para ventilar o ambiente.
  • Cubra a cabeça do idoso ou da criança com um chapéu ou boné.
  • Use roupas leves e de cores claras. Roupas leves e de cores claras ajudam o corpo a dissipar o calor.
  • Aplique protetor solar. Protetor solar é essencial para proteger a pele do sol.

Ao seguir essas medidas, você pode ajudar a proteger idosos e crianças dos efeitos do calor.

Veja dicas do Governo, o que fazer para se proteger do calor:

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo