MAIS VENDIDO 1º em Câmeras de Segurança Kit 2 Câmera Ip Wifi Dome Rotativa Visão Noturna A8 Cor Branco

FEEDS

Exame para certificação de jovens e adultos chega a mais de 1 milhão de inscritos

Novo | +10mil vendidos Fone De Ouvido Sem Fio Xiaomi Redmi Airdots 2 Preto MAIS VENDIDO 3º em Fones e Kits Viva Voz Fone De Ouvido Sem Fio Xiaomi Redmi Airdots 2 Preto

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2023 chegou a 1.104.146 participantes inscritos. No dia 27 de agosto, serão aplicadas as provas para o ensino fundamental e médio, em todos os estados e no Distrito Federal, conforme consta no Edital.

Neste ano, o exame contará com novidades, como a inclusão da opção de Cartão-Resposta ampliado para quem tem deficiência visual e a correção diferenciada da redação para pessoas com transtorno do espectro autista.

1

Do total, 193.572 (17,53%) buscam a certificação para o ensino fundamental e 910.574 (82,47%) para o ensino médio. As mulheres são maioria, com 613.097 (55,53%) participantes. Já o público masculino conta com 491.049 (44,47%) inscritos.

A faixa etária com maior número de inscrição é a de 31 a 59 anos. Ao todo, são 445.158 pessoas com essa idade, o que representa 40,32% do número total de inscritos. Pessoas com idade igual ou maior que 60 anos representam 8.824 inscritos, dos quais 6.540 para certificação no ensino médio e 2.284 para o ensino fundamental. 

Documentação – A menos de um mês para o exame, os participantes devem ficar atentos quanto à documentação exigida para o dia da prova. São considerados documentos válidos para a identificação:

22
  • Cédulas de Identidade expedidas por Secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal;
  • Identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros, inclusive aqueles reconhecidos como refugiados, em consonância com a Lei nº 9.474, de 22 de julho de 1997;
  • Carteira de Registro Nacional Migratório, de que trata a Lei nº 13.445, de 24 de maio de 2017;
  • Documento Provisório de Registro Nacional Migratório;
  • Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei tenha validade como documento de identidade;
  • Passaporte;
  • Carteira Nacional de Habilitação, na forma da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social emitida após 27 de janeiro de 1997; e
  • Documentos digitais com foto (e-Título, CNH digital e RG digital) apresentados nos respectivos aplicativos oficiais.

Fonte: Portal Governo do Brasil, link original da notícia aqui

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Verifique também
Fechar